Bilionário: Neymar entrou para lista de atletas mais ricos de todos os tempos, veja como ele ganhou essa fortuna .... Ver mais
26/03/2024

PUBLICIDADE

Brasileiro é o 16º colocado em lista com 50 nomes entre Michael Jordan, Cristiano Ronaldo e Messi

O atacante do Al-Hilal, Neymar, aparece no top-50 dos atletas mais ricos de todos os tempos.

O levantamento é do site Pórtico, especializado em finanças do mundo esportivo.

Ele é o único brasileiro na lista e está na 16º posição com uma fortuna estimada em US$ 1,01 bilhão de dólares, o equivalente a mais de R$ 5 bilhões de reais.

PUBLICIDADE

Neymar é o rosto de mais de 30 empresas em todo o mundo de acordo com a revista Forbes, além de ter sido anunciado recentemente como um embaixador global do Qatar National Bank.

Neymar já se envolveu em ações de marketing com várias empresas gigantes como Red Bull, Guaraná Antarctica, Banco Santander, Claro,Skims, Lupo, Volkswagen, Castrol e Gillete.

Quanto o Neymar cobra por publicidade? De acordo com um ranking feito pela Hopper HQ, o atacante da Seleção Brasileira pede pouco mais de 500 mil dólares por cada publicação no Instagram, A 17* pessoa mais seguida do instagram é o futebolista brasileiro Neymar, ultrapassando os 219 milhões de seguidores.

PUBLICIDADE

Quais são as empresas que o Neymar tem?

Além do ramo de imóveis, o atleta investe em empresas de entretenimento e se aventurou na onda de criptoativos e NFTs (token não fungível, em tradução livre, ativos digitais que representam objetos do mundo real e que ficam armazenados na blockchain).

Qual é a marca do Neymar?

PUMA. COM O INSTITUTO NEYMAR JR. A estrela do futebol brasileiro com a ousadia icônica dentro e fora dos gramados, se une para construir seu legado na PUMA.

PUBLICIDADE

Com peças exclusivas desenvolvidas para os fãs, promovem alta tecnologia, performance e muito estilo.

A transferência de Neymar para o Al Hilal teve valores consideráveis. O atacante vai ganhar na Arábia Saudita 320 milhões de euros pelo tempo que ele vai ficar no clube.

PUBLICIDADE

AD
Artigo