Onda de violência no Equador: governo suspende aulas no país
10/01/2024

PUBLICIDADE

Crise na segurança pública equatoriana continua preocupando. O país enfrenta uma crise penitenciária e já ocorreram crimes violentos, incluindo sequestros e execuções de policiais.

Em resposta, o governo decretou estado de emergência, com toque de recolher e outras restrições. As aulas em todo o território foram suspensas até sexta-feira (12/01), podendo ser prorrogadas.

Algumas instituições podem optar por métodos alternativos, mas temporariamente. O clima no país é de insegurança e violência.

A crise começou após a fuga de José Adolfo Macías Villamar, líder da gangue Los Choneros. Facções entraram em conflito, o que resultou em crimes violentos.

O governo aumentou a presença policial e decretou estado de emergência em todo o país. Regiões como Quito e Guayaquil têm presenciado uma onda de crimes, incluindo sequestros e execuções de policiais.

PUBLICIDADE

AD
Artigo